Lisboa, 23 de Outubro de 2007

Aos responsáveis da Abraço,

A Acção Animal – Movimento pelo direito à Vida Animal tomou conhecimento que no próximo dia 27 do corrente mês, a instituição Abraço irá associar-se a um evento tauromáquico de beneficiência em Évora.

Consideramos que a Abraço desenvolve um trabalho extremamente importante e válido no apoio às pessoas infectadas com o VIH e na luta pelos seus direitos, na sensibilização da população acerca da prevenção e dos riscos de contágio e expondo as discriminações associadas a este tipo de condições de saúde.

Consideramos ainda que interpreta um papel importante na ética e nos valores da nossa sociedade. Compreendemos que uma instituição que funciona essencialmente à base de trabalho voluntário esteja aberta à cooperação com outras entidades no sentido de conseguirem mais apoios para o desenvolvimento do vosso trabalho.

Não compreendemos que uma entidade como a Abraço que se esforça por elevar tão alto os valores humanos se associe a um “espectáculo” cruel e desumano onde seis animais inocentes e sencientes serão torturados em nome do entretenimento do público e por fim mortos. É um evento cobarde e injusto porque é uma situação de confronto totalmente manipulada e provocada pelos humanos e que se tem no seu núcleo sentimentos de ódio e superioridade que não devem fazer parte de uma sociedade civilizada e moderna.

A tourada é uma brutalização do ser humano e a associação a tais práticas é lamentável e condenável para quem valoriza a nobreza do ser humano. Os donativos recolhidos pagarão o impacto negativo na imagem da Abraço?

Assim, apelamos à Abraço que se demarque deste evento específico e que procure alternativas mais dignas para obterem o necessário apoio financeiro fora da tauromaquia. Se este evento for cancelado a Acção Animal disponibiliza-se a colaborar com a Abraço na procura e concretização destas alternativas.

A Acção Animal apoia e continuará a apoiar qualquer instituição que beneficie os humanos, desde que não o faça em detrimento da dignidade e da vida de animais não-humanos.

Na certeza que esta mensagem contribuirá com uma alteração da vossa decisão,

P´la Acção Animal
Sérgio Guimarães